Os 10 mais.

Lu Russa, sempre antenada, postou no seu blog de leituras uma lista da revista Veja sobre os 10 livros que marcaram os jovens por gerações.  São eles:

1 – Crime e castigo, Dostoiévski

2 – O apanhador no campo de centeio, J D Salinger

3 – Admirável mundo novo, Aldous Huxley

4 – On the road (pé na estrada), Jack Kerouac

5- O diário de Anne Frank, Anne Frank

6 – Laranja mecânica, Anthony Burgess

7 – Os sofrimentos do jovem Werther, Goethe

8 – Romeu e Julieta, Sheakespeare

9 – Medo e delírio em Las Vegas, Hunter S Thompson

10 – A volta ao mundo em 80 dias, Julio Verne

Destes, já li 2 (o 2 e o 3) e tem 4 na minha lista de “quero ler” (4,5,6 e 10). Mas se puder, leia todos… ler é sempre bom.

* * *

Estou lendo o livro de William Bonner sobre o  JORNAL NACIONAL. É muito interessante! Saber como funciona os jornal, quantas pessoas trabalham nele direta a indiretamente (eu fazia uma ideia, mas é muito mais do que eu imaginava), ver fotos de quem já passou pelo JN. Uma coisa que o Bonner diz é verdade: os repórteres são “familiares” para quem assiste o JN. São repórteres que aparecem todo dia em nossas casas e acabamos criando uma familiaridade subjetiva com eles. Quem é que não assiste ao JN? E a musiquinha? E a musiquinha do PLANTÃO do JN? Clássicas…

Eu finalmente descobri o que os apresentadores ficam vendo naquele micro que tem na mesa deles! Hahahahaha. Sempre pensava: “mas pra quê um computador na mesa deles, se eles lêem tudo?” Bem, eles vêem o “espelho” do jornal. Parece  uma tabela de excel, colorida, com MUITAS colunas e siglas. Quem vai falar, se vai falar, se vai ler, se aparece aquelas tabelinhas (“selos”) do lado do apresentador,  se vai chamar repórter ao vivo, quem vai ser o repórter, quanto tempo ele vai ficar falando, qual a ordem das notícias… tudo nos seus míííííínimos detalhes.

Ainda não cheguei nas páginas que contam algumas reportagens marcantes do JN, como a morte do Papa João Paulo II, a engasgada que o Bonner deu ao noticiar a morte do Dr Roberto Marinho… e outras.

Só tenho uma reclamação por enquanto: QUE LIVRO PESADO! Ele não tem muitas páginas (200 e poucas), mas o tipo de papel é tão grosso que o livro pesa mais do que os livros que já lí com 600 páginas. Qualquer dia vou parar na farmácia só pra pesar o livro…

Anúncios
Esse post foi publicado em Internet, Livros e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s